sexta-feira, 24 de abril de 2015

Traição


Tarde linda quando aquele radio chegou... Liguei na tomada e não funcionava e procurei quem entendia do assunto para consertar... Horas depois estava perfeito e ouvi uma "Vinheta" logo que liguei o radinho... Meu Deus!!!!! Que voz era aquela??? O que era isso??? Me fiz mil perguntas e para minha sorte ou futuro azar a rádio era pirata! Rapidinho a mesma voz anúncia que o telefone da rádio era o tal tal tal e que o primeiro que ligasse e pedisse uma música faturaria um Kit! Pra ser sincera, não queria o kit e sim falar com aquela voz! Não hesitei! Liguei e era a mesma voz que atendeu! Estranho.... desliguei porque fiquei sem atitude. Em seguida liguei e essa voz logo questionou meu nome, aonde eu morava e qual música eu queria ouvir. Pensei em trocar de nome! Disse apenas o nome da Cidade e a música. Ele sorriu e logo me passou uma cantada dizendo que minha voz era rouca e sedutora.... Fiz que não ouvi.. Achei o "cara" muito saidinho pro meu gosto. Confesso que em menos de 24 horas eu ja havia ligado umas 11 vezes. Uma outra ligação que fiz, me lembro bem que foi uma outra pessoa que atendeu e na verdade desliguei.... A necessidade era de ouvir "aquela voz" e não a de mais ninguém. A "vinheta" não saia da mente que girava .... Pensei: Será que existe algo com esse ser? A voz... era algo tão forte que parecia que reencontrei alguém que faria meu coração bater forte e intensamente. Fui dormir e carreguei o desajeitado radio comigo ja sintonizado naquela coisa brega de radio pirata... Adormeci e quando acordei a primeira coisa que me lembrei foi daquela "voz"! Liguei na rádio outra vez e ele me atendeu. Dessa vez foi mais formal e me perguntou que musica eu gostaria de ouvir . Respondi que era SOMENTE O SOL e que a cantora era Deborah Blando. Não passam 15 minutos e a "Voz' anuncia a música ... Senti naquele momento que tudo era traçado... Não havia mais como fugir ... somente avançar! Com desculpas de pedidos musicais fui me aproximando mais ... Estranho porque só conhecia a voz e não a fisionomia... Mas pouco me importava ... eu já estava nas "amarras dele" e sem saber o que viria.... A primeira pergunta que fiz foi se era casado ou se tinha algum tipo de compromisso. Ele me afirmou que não! Disse que era solteiro, que morava com os pais, fazia faculdade de comunicação e tals... Marcamos nosso primeiro encontro... Meu Deus!!!! Como eu tremia!!!! Uma mistura de sentimentos , ansiedade de chegar logo e ao mesmo tempo de nunca chegar! Me preocupei com o que ele ia "achar" da minha aparência... Passamos horas e horas em um barzinho com música ao vivo. Ele se levantou e pediu para o cantor se poderia tocar "SOMENTE O SOL" e o cantor disse que não! Eu senti um clima.. Afinal, essa era a musica que pedi pela primeira vez que liguei na rádio. Ele voltou meio que desapontado com o "não" recebido ... Disfarcei, mas senti que ele estava louco de vontade de me beijar... Olhava demais meus lábios e para sorte ou azar dele , eu havia acabado de decorar um livro, cujo o título era O CORPO FALA! Sim, e aquele corpo falava tudo! O papo estava mais do que bom mas já era tarde. Ele me deixou no portão da minha casa e o primeiro de tantos e loucos beijos acabava de começar... Que beijo!!!! Posso jurar que o melhor de todos que já provei! Aquele beijo não era um beijo!!!!!! Mas o que era então???? Era a mistura "de tudo um pouco" e entorpecia... Vontade louca de entrar naquele carro de novo mas eu não podia! Eu queria, mas o que ele pensaria de mim? Bom, os dias foram se passando e todos os dias nos encontravamos. Exatamente um mes depois, marcamos um encontro dentro da tal radio pirata .. Eu que não entendia nada daquilo, achei um ambiente muito aconchegante para um homem tão "nervoso". Perguntei o que ele tinha e me disse que nada. Na semana seguinte marcamos de passar a noite na praia e juro que sonhei com esse momento... Foi muito mais que minha imaginação poderia atingir... O momento em que nós eramos um só e como dizia a musica, A LUA ENTENDEU!!! Ah, sinceramente, eu estava entregue as mãos daquele ser... Juras de amor eterno, um homem perfeito em todos os sentidos da palavra... Se algo nele me incomodava era apenas a pressa. Sempre com pressa, responsabilizando a radio e a faculdade pelas suas desaparecidas malucas ... No próximo fim de semana íamos a praia novamente para que a Lua testemunhasse nossos corpos em chama... O caminho todo foi bárbaro! As músicas que rolavam falavam por nós! Eu havia baixado uma seleção e ele também... Como tudo era perfeito... Mas a perfeição não era coisa de ser humano! Certo dia ele me disse que estava em tal lugar mas o celular dele constava outro. Foi a primeira vez que fiquei chateada, mas me calei. O tempo passou rápido e ele se aproximou dos meus amigos, minha família, meu cachorro e invadiu de vez o meu mundo. Sempre embalados pela música, naquele certo dia eu fiz uma seleção diferente dos nossos rocks nacionais. Fiz questão de baixar uma música que questionava o que a pessoa realmente era... No momento eu não entendi nada porque eu insistia em ouvir só aquela música que dizia: SERÁ QUE VOCÊ NÃO É NADA QUE EU PENSO.... Só uma coisa eu não perdoaria em um homem: A MENTIRA! Mas os dias foram passando e tinhamos planos e ideais! Falamos em morar juntos . Aí a "coisa" mudou de figura. Eu não conhecia ninguém da família dele e isso não era normal... Morar com um cara que era tudo pra mim mas nem o nome da mãe dele eu sabia... Cheguei a pensar que estava dentro de uma fria e a paixão cega. Foram os dias mais felizes da minha existência ... os momentos se tornavam eternos... Mais um encontro na praia! De novo a Lua testemunhava tudooooo.... Naquela noite ele queria muito tomar banho de mar e eu não quis... Fez carinha de cachorrinho que caiu do caminhão de mudanças e se jogou na agua do mar... Fiquei sentada na areia desenhando um coração e nossos nomes dentro...Me sentia uma adolescente .... Nesse momento o celular dele tocou e atendi. Ele em fração de segundos correu, mas ja era tarde demais. Uma voz feminina, doce e possessiva que me perguntava tudo ao mesmo tempo! Com lágrimas rolando eu disse que ela tinha ligado para o número errado e desliguei o celular! Sim, ele era! Deve ser ainda! Mas ele era casado ... Belle Furlan
Postar um comentário